De 2001 a 2011, Joana Lira fez parte da equipe que desenvolveu o projeto de cenografia e identidade visual do carnaval do Recife. O projeto participou de diversas exposições dentro e fora do Brasil. Entre elas estão uma exposição sobre Arte e Cidade no Designmai, […]

Carnaval do Recife

Exposição realizada com curadoria de Mamé Shimabukuro sobre o trabalho de identidade visual e cenografia do carnaval pernambucano desenvolvidos ao longo de 10 anos. A mostra ocorreu de janeiro a março de 2018, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. “Trazer a mostra para dentro […]

Quando A Vida É Uma Euforia

Site Specific criado em 2017 para o Sesc Santo André, no ABC Paulista, com curadoria de Diego Matos. Aborda a ruptura de moldes, prisões e padrões da vida. Além de propor uma reflexão sobre o que tiramos da natureza em violência de cortes, e o […]

Quando Tudo Explode

Primeira exposição individual de pintura realizada em 1997, no Escritório de Arte de Madeline Lamartine, em Recife. As obras tiveram inspiração e influência na Arte Armorial e nos grafismos e formas presentes na análise gráfica realizada por Joana Lira sobre as pinturas rupestres do Sertão […]

Bichos Aloprados

A obra Mapa Moradia foi criada para o material de comunicação visual da Relatoria Internacional do Direito à Moradia Adequada do Conselho de Direitos Humanos da ONU, 2009. Trabalho feito em parceria com a designer Elisa von Randow. “Joana Lira soube como ninguém não apenas […]

ONU

Criação de identidade visual para os parques nacionais de Sete Cidades (PI), Ubajara (CE), Serra das Confusões (PI) e Jericoacoara (CE), 2014. Trabalho realizado em parceria com a arquiteta Manoela Machado e com o designer Tácio Ferraz.

ICMBio

Criação de identidade visual e cenografia dos centros de visitantes de 6 parques estaduais da região do Alto do Ribeira, em São Paulo: Ilhabela, Ilha do Cardoso, PETAR, Intervales, Carlos Botelho e Caverna do Diabo. Os parques foram contemplados pelo projeto Ecoturismo na Mata Atlântica, […]

Parques Estaduais do Estado de São Paulo

Criação de identidade visual e cenografia para o 27º Festival de Inverno de Garanhuns, em 2017. Evento pernambucano de música, cinema, artes cênicas, cultura popular e todas as outras formas de expressão artística brasileira. Trabalho feito em parceria com o escritório de arquitetura de Carlos […]

Festival de Inverno de Garanhus

Natureza é Luz é uma composição poética desenvolvida com madeira e camadas coloridas de fitas de garrafas PET. Aqui o elemento de descarte tem papel nobre e essencial. Esta obra foi criada exclusivamente para Semana do Meio Ambiente RioMar, em 2018. As garrafas PET utilizadas […]

RioMar Recife

De 1996 a 2006, Joana Lira trabalhou com pintura sobre cerâmica e porcelana. Inicialmente, seu maior desafio foi achar formas já existentes no mercado e transformá-las em peças especiais com seu desenho pintado sobre elas. Depois de 7 anos, ela passou a criar seus próprios […]

Cerâmica

Trio Nordestino para identidade visual de São João da Prefeitura do Recife, 2009

São João

Criação de identidade visual e cenografia do 69º Congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia, realizado no Recife, 2014. Participação na 11ª Bienal Brasileira de Design Gráfico. Trabalho desenvolvido em parceria com o designer Tácio Ferraz e com os arquitetos Carlos Augusto Lira e Ana Maria […]

Dermato Recife 2014

Criação da identidade visual para o Movimento Boa Praça, grupo paulistano que tem como objetivo mobilizar pessoas, empresas, governos e instituições a ocupar e revitalizar os espaços públicos, em especial as praças da cidade, devolvendo a elas o seu propósito inicial: o de locais de […]

Movimento Boa Praça

Desenvolvimento de comunicação visual para o projeto que mobilizou a comunidade do entorno do Parque Linear das Corujas, na Vila Beatriz, em São Paulo, com a proposta de dar novos usos para o espaço público. O projeto foi idealizado pela designer Carolina Férres (Café Urbano) […]

Projeto Coruja

Participação na campanha de revitalização da Praça Éder Sader, na Vila Madalena, São Paulo. A ação de recuperação da praça teve o envolvimento direto da comunidade e contou com apoio da iniciativa privada e do poder público, 2014.

Praça Éder Sader